domingo, 2 de fevereiro de 2014

Resenha do livro As Esferas de Medeia do Maickson Alves


  

  Murloc é uns dos cenários onde se passa a história do livro As Esferas de Medeia. Freico Nordon é um garoto que vive em Murloc ou que “acordou” em Murloc completamente sem memória. Existem treze distritos e cada distrito tem sua habilidade e característica única. Merlingrado, Murloc, Senactus são uns deles. As Esferas de Medeia são responsáveis pela a proteção dos distritos. Até que misteriosamente elas são roubadas, o medo e tensões começam a rodeia todos. Em meio a todo esse mistério aos poucos Freico vai entendendo a sua realidade, e desvendando os mistérios que o assombra, e ao longo desse caminho ele se torna amigo de Zog, e essa amizade sincera, é essencial para a história.

  Há diversas formas de se tirar sorrisos quando se está lendo o livro, por exemplo, nas aventuras e trapalhadas de Freico e Zog, principalmente de Zog, mesmo em meio ao caos que vivem os distritos devido ao fato do desaparecimento das esferas. O que cativa o leito, é a forma de como o autor mistura todas essas emoções encontrada no livro, não deixando exatamente nenhuma extensa ou moderada demais, tudo está  perfeitamente dividido. O enigma que é vivido por Freico no livro é algo viciante, por que tanto quanto ele, você não sabe de nada sobre ele. 

   O inicio do livro se torna um pouco complicado por causa das palavras novas que existem no livro, nomes de árvores, feitiços, animais. Mas, não há motivo para preocupação o livro possui um rodapé que vem explicando todas as palavras desconhecida para o leitor.
O livro deixa um final de que “não acabou por ai” é uma história mágica e encantadora se ler.

Comentários: Quando comecei a ler As Esferas de Medeias, e quando me acostumei com as palavras desconhecidas, e ao acaba-lo de lê-lo eu pensei, esse livro é a prova viva que nós brasileiro também temos nosso peso e lugar na literatura mundial, que o mundo não funciona somente ao redor dos autores estrangeiros, que o Brasil tem sim, muita qualidade de escritores, que nós leitores devemos valorizar essa glória. Eu estarei aguardando a sequência, e eu espero sinceramente que não demore.


9 comentários:

  1. Olá, Cley!!

    Fico feliz que o livro tenha surtido tal efeito em você. Espero de coração que tenha sido uma leitura única.

    PS.: A continuação está chegando :P

    Att,

    Maickson Alves.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu somente disse a verdade, e que notícia esplêndida :D

      Excluir
  2. Sua resenha do livro ficou maravilhosa!
    Estou lendo ele.
    O Maickson é uma pessoa admirável e tem uma carreira promissora como escritor.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é brilhante, espero que ele não pare mais. rs

      Excluir
  3. Olá Clair, estou passando por aqui pra te avisar que eu te indiquei para uma TAG bem legal! http://cantinhodabuh.blogspot.com.br/2014/02/tag-arco-iris-literario.html Dá uma olhadinha e quando fizer me avise, que eu quero ver!! ;D Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já participei dessa TAG mas, obrigada por ter indicado o blog :D

      Excluir
  4. Não disse que este livro é demais? hehe
    Que bom que gostou.
    Beijos

    estantejovem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Puxa q legal, não conhecia esse livro, vou pesquisar mais sobre ele.
    Seguindo

    Relíquias
    http://reliquiasaline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir